quinta-feira, 21 de abril de 2011

Homem escuta ‘voz divina’ e persegue menina de 13 anos

Uma “voz divina” fez com que Vitor Escossia dos Santos, de 27 anos, parasse atrás das grades. Ele foi preso nesta terça-feira à noite, depois de perseguir uma adolescente de 13 anos por dois dias seguidos, em Nilópolis. Vitor foi indiciado por perturbação do sossego alheio e só foi preso porque estava foragido, por furto. O crime foi cometido em 2006.

A inusitada história do homem que diz ouvir a voz de Deus começou no domingo, quando a garota cruzou por ele enquanto estava a caminho de uma igreja evangélica.

A adolescente, que pertence ao grupo de coreografia da igreja, passou em silêncio pela rua, mas Vitor disse ter ouvido a sua voz, transmitida por pensamento.

— Ela disse: “se arruma que eu vou para a igreja com você”. Ela falou isso... Em pensamento! — contou Vitor, com as sobrancelhas esticadas, em entrevista na 57ª DP (Nilópolis), onde foi preso.

Depois, disse ter ouvido a voz de Deus, ordenando que ele casasse com a menor. Vitor tomou banho e trocou de roupa, como quem se arruma para conhecer a mulher da sua vida.

Vitor se apresenta a quem acredita ser sua futura esposa

Sem terno e gravata, mas acreditando que conheceria a sua futura esposa, ele foi à igreja. Antes de sentar ao lado da menina, na terceira fileira da igreja, Vitor pediu licença. Depois, perguntou o nome da garota e passou a olhar fixamente para ela.

Com os olhos arregalados, Vitor não piscava: apenas sorria, com uma expressão estranha. A garota se assustou e levantou do local onde estava.

— Ele perguntou o meu nome e eu respondi. Depois, saí de perto e ele veio atrás de mim.

Homem tenta pular muro para se aproximar de menina

A garota buscou refúgio numa casa, que também pertence à igreja. Vitor a perseguiu. Ela fechou o portão. Vitor não desistiu e tentou pular o muro. O pastor tentou impedi-lo e quase foi agredido.

Perseguição por dois dias

Nos dois dias seguintes, Vitor persistiu na obsessão. Ele descobriu onde a garota morava e foi à casa dela. Permaneceu mais de 30 minutos no outro lado da rua. Depois, bateu na porta e chegou a conversar com o pai da adolescente, dizendo que os dois deveriam casar.

— Fiquei assustada. Tinha medo até de sair na rua — lembrou a menina, que tenta se recuperar do susto.

Assustada, mãe de adolescente deixou de ir ao trabalho

A mãe dela, uma acompanhante de idosos de 43 anos, deixou de ir ao trabalho por causa da perseguição que a filha passou a sofrer.

— Estou em casa, cuidando da minha filha e tentando me acalmar um pouco. A minha filha é uma criança. De repente, aparece um maluco dizendo que escuta a voz de Deus e quer casar com ela — desabafou.

Assustada, a família procurou a polícia, que prendeu o homem que acredita falar com Deus e não desiste da ideia de obedecer a voz que acredita escutar.

“Deus é justo” em tatuagem no antebraço

Apesar de estar trancafiado na carceragem da 57ª DP, Vitor não demonstra medo. Pelo contrário. Caminha lentamente a uma sala, no interior da delegacia, onde mostra convicção de que realmente escuta a voz de Deus.

A certeza de Vitor está marcada no seu corpo. Numa tatuagem no antebraço direito, está escrito “Deus é justo” sobre uma coroa de espinhos.

Vitor: “Deus falou e eu vou cumprir!”

— Não é criação da minha cabeça. Ele fala comigo diretamente. Muitos não vão acreditar. A única que acredita é ela.

Diz que costuma se comunicar com a “voz divina” quando está sozinho e altera a voz para demonstrar confiança de que vai se casar com a adolescente.

— Deus falou: “É essa, filho”. Deus falou que uma garota de 13 anos ia ser a minha futura esposa. E eu vou cumprir a palavra dele, pô!

http://extra.globo.com/casos-de-policia/homem-escuta-voz-divina-persegue-menina-de-13-anos-1637909.html

Nenhum comentário: