sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Mulher tenta sacrificar filha de 3 anos e é presa em Bertioga

SÃO PAULO - Uma mulher de 25 anos tentou matar a filha de três anos a facadas na manhã de sábado em Bertioga, numa rua próxima ao km 228 da Rodovia Rio-Santos. Vizinhos ouviram gritos e entraram na casa. Vanilda Dias Rocha foi surpreendida esfaqueando a criança. Ela foi desarmada e a menina foi socorrida e não corre risco de morrer.
Segundo o delegado de plantão, José Aparecido Cardia, a mulher disse que a menina seria morta "em sacrifício pelos pecadores do mundo". O ex-marido de Vanilda prestou depoimento e contou que os dois estavam separados há um ano. Nos últimos meses, afirmou, a Vanilda teria dido a ele que iria "trabalhar para o Senhor Jesus Cristo", mas isso lhe pareceu normal.
A polícia informou que Vanilda não estava tomando nenhum tipo de medicação que pudesse comprometer a sua integridade psicológica. Também nunca foi internada sob nenhum pretexto, nem manifestou fanatismo religioso ou algo parecido.
Durante o interrogatório, Vanilda teria permanecido calma e parecia ter consciência do que fez, reafirmando a intenção de sacrifício da menina. Vanilda permanece presa e à disposição da Justiça.
http://oglobo.globo.com/sp/mat/2008/12/08/mulher_tenta_sacrificar_filha_de_3_anos_e_presa_em_bertioga-586891209.asp

Um comentário:

Stefano disse...

Por coincidência, morreu em Bertioga o terrível Josef Mengele...
Certamente a alma dele influenciou esta mulher.